segunda-feira, 4 de maio de 2009

Enter Sandman


“Com um punhado de areia eu mostrarei o terror a vocês”. Foi com essa frase que se deu inicio a uma das maiores histórias em quadrinhos dos últimos anos, Sandman, o mestre dos sonhos.
Sandman é um personagem criado por Neil Gaiman, roteirista britânico que utiliza uma técnica de narrativa que mistura poesia, mitologia e o romance shakesperiano. Conhecido como o “senhor dos sonhos” Sandman é responsável pela dimensão do sonhar, onde ele é soberano. O sonhar nada mais é do que o mundo dos sonhos, lugar para onde vai a alma dos homens que dormem e descansam. Seus sonhos e suas memória ficam guardadas no sonhar e seus medos e imaginação também.

Varias são as alcunhas de Sandman, dependendo da cultura de cada povo ele pode ser conhecido por nomes diferentes como : Morpheus, Oneiros, Lorde Moldador e Oniromante.
Os Perpétuos ou Sem Fim (Destino, Morte, Sonho, Destruição, Desejo, Desespero e Delírio) são um grupo de seres que personificam vários aspectos do universo na série de história em quadrinhos Sandman, os sete perpétuos não são deuses, mas sim entidades além, responsáveis pelo ordenamento da realidade conhecida. Só sua existência mantém coeso o universo físico e todos os seres vivos.

Nobre, trágico e melancólico, Sandman é o perpetuo que mais se preocupa com os seres humanos e suas vidas, chegando muitas vezes a se apaixonar por mortais que conhecera em suas aparições pela terra.

A série Sandman durou setenta e cinco edições no período de 1989 – 1996. Até hoje Sandman é referencia nos quadrinhos e na cultura pop, sempre aclamado pelos fãs e críticos. Uma série perpétua.

Um comentário:

MateusDka disse...

Sem sombra de dúvidas! Sandman é uma obra prima da literatura em HQ... Um espetáculo!

Valew por ter me apresentado Sandman, Guima... ;)